Vinícius de Moraes

Ausência
Eu deixarei que morra em mim o desejo
de amar os teus olhos que são doces
Porque nada te poderei dar senão a mágoa
de me veres eternamente exausto.
No entanto a tua presença é qualquer coisa
como a luz e a vida
E eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto
e em minha voz a tua voz
Não te quero ter porque
em meu ser está tudo terminado.
Quero só que surjas em mim
como a fé nos desesperados.

Carlos Drummond de Andrade

A dança e a alma
A dança?
Não é movimento súbito gesto musical
É concentração,num momento, da humana graça natural
No solo não,no éter pairamos, nele amaríamos ficar.

A dança-não vento nos ramos seiva,força,perene estar
um estar entre céu e chão, novo domínio conquistado,
onde busque nossa paixão libertar-se por todo lado...

Onde a alma possa descrever suas mais divinas parábolas
sem fugir a forma do ser por sobre o mistério das fábulas

Carlos Drummond de Andrade

Sentimento do mundo

Tenho apenas duas mãos e o sentimento do mundo,
mas estou cheio de escravos,
minhas lembranças escorrem e o corpo transige
na confluência do amor.

Quando me levantar, o céu estará morto e saqueado,
eu mesmo estarei morto,
morto meu desejo, morto o pântano sem acordes.

Os camaradas não disseram que havia uma guerra
e era necessário trazer fogo e alimento.
Sinto-me disperso,
anterior a fronteiras, humildemente vos peço
que me perdoeis.

Quando os corpos passarem,eu ficarei sozinho
desfiando a recordação
do sineiro, da viúva e do microscopista
que habitavam a barraca e não foram encontrados
ao amanhecer

esse amanhecer
mais noite que a noite.

Cecília Meireles

É preciso não esquecer nada:
nem a torneira aberta
nem o fogo aceso,
nem o sorriso para os infelizes
nem a oração de cada instante.

É preciso não esquecer de ver a nova borboleta
nem o céu de sempre.
O que é preciso é esquecer o nosso rosto,
o nosso nome, o som da nossa voz, o ritmo do nosso pulso.
O que é preciso esquecer é o dia carregado de atos,
a idéia de recompensa e de glória.

O que é preciso é ser como se já não fôssemos,
vigiados pelos próprios olhos severos conosco,
pois o resto não nos pertence.

JG de Araujo Jorge

" Coração Solitário "


A noite esta fechada na janela aberta.
Uma rua perdeu-se na sombra lá embaixo.
Não existe esta rua - é um beco surrealista
que fugiu de algum quadro louco que não vi.

Ouço meu coração ardente e solitário
com sua música estranha de piano bêbado.
No espelho, meu olhar: duas chamas de estrelas.
Não sei se é o vento, sei que há música na noite.

Há música no quarto, nas cortinas, música
nos meus cabelos despenteados, nos meus dedos,
no meu rosto, entra e sai pela janela.

Música indefinida a encher a solidão:
- estou no ventre da noite a mexer com os meus sonhos,
ouço o meu coração ardente e solitário.



Sirlei L. Passolongo

Um dia você irá sentir saudades,

e vai doer tanto em você que irá me procurar;
e não vai mais me encontrar...
então sentirá exatamente
isso que estou sentindo agora,
uma dor que queima,
que esfacela o peito...
Uma dor que amarga feito fel
que me faz desejar morrer
e aí você irá entender o quanto eu te amava,

entenderá que todas as vezes que te chamei
era meu coração que gritava,
que todos as vezes que chorei
era minha alma que sangrava
e quando esse dia chegar,
estarei tão distante de você
que apenas terá lembranças do meu rosto,
mas serão lembranças tão fortes
que me verá pelos cantos da casa,
em outros rostos pela rua,
assim como vejo você.

Marcial Salaverry

É preciso arte para amar,
é preciso saber acarinhar,
é preciso saber acariciar,
é preciso saber beijar,
também há que se respeitar,
temos que nosso amor admirar...
Não apenas amar,
mas também adorar,
com ternura sempre abraçar,
nada deixar,
que lhe possa faltar...
De seu corpo, cuidar...
Sabê-la excitar...
Nunca deixar
o amor esfriar...
Nunca esquecendo de muito amar,
suas mãos beijar,
do resto do corpo, nunca olvidar...
É essa a arte de amar...
O amor, com amor amar...
Por seu amor, se apaixonar...
De certas datas, se lembrar...
E sempre, sempre... beijar.

Ataíde Lemos

O amor é poesia É encanto, é magia
Eleva a alma.
O amor acalma Traz paz
E tudo mais.
O amor é poesia Está na alegria
Nas canções. Embala emoções
Há encanto no falar
De quem está a amar.
Mesmo na dor É belo o amor.
Um sentimento Que move o tempo
Ínsita a renovar Faz-nos chorar
Mesmo com o sofrer Ajuda-nos crescer.
O amor é poesia
Ainda que seja utopia
O amor-ilusão
Ele dá vida ao coração
Adocicando a realidade
Do sonho pela metade.

Augusto Cury

Os mais fortes também têm seus momentos de fragilidade.

As pessoas mais cultas passam por momentos de incoerência.
O ser humano mais gentil também perde a paciência.

A pessoa mais rígida e auto - suficiente derrama suas lágrimas, ainda que escondidas.
Em alguns momentos da vida você irá ficar decepcionado consigo mesmo e com as pessoas que ama,mas não reclame, pois não há pessoas perfeitas.

Não só de sucessos vive o ser humano, mas da convicção de que nas dificuldades podemos escrever os melhores textos das nossas vidas.

Sergio Valência

A Dama da noite
Ao ver-te passar
Senti perfume
E enlouquecido de ciúme
Aos teus pés, fui me prostrar
Só pra me fazer presente
Tão perto, à tua frente
E assim
Umedeci-me do bálsamo alcalino
Por entre o teu mantéu
E recordei
O meu destino
Amargo como fel
Um vulto ali, me aprisionou
Um beijo em minha boca
E percebi que poderia amar
E o teu corpo
Ainda que em mil anos
Desejar
Despiu-se à minha frente
À luz da relva, bailando inconsequente
Traiu minha inocência
Tratou meu coração tal qual menino
E, num ato frio e desatino
Pedi tua clemência
Não permiti sofreguidão
E atordoado
Temi a maldição a me envolver
Pois dos mistérios do nosso passado
Sou dos dois, o único
A não perceber
Que o encanto é meramente fantasia
Talvez da minha própria hipocrisia
De ainda, obstinado
Novamente desejar
Um breve instante
Eterno amor, eterno olhar.
Sergio Valência

Carlos Drummond de Andrade

Poema de Sete Faces

Quando nasci, um anjo torto
desses que vivem na sombra
disse: Vai, Carlos! ser gauche na vida.

As casas espiam os homens
que correm atrás de mulheres.
A tarde talvez fosse azul,
não houvesse tantos desejos.

O bonde passa cheio de pernas:
pernas brancas pretas amarelas.
Para que tanta perna, meu Deus, pergunta meu coração.
Porém meus olhos
não perguntam nada.

O homem atrás do bigode
é sério, simples e forte.
Quase não conversa.
Tem poucos, raros amigos
o homem atrás dos óculos e do bigode.

Meu Deus, por que me abandonaste
se sabias que eu não era Deus
se sabias que eu era fraco.

Mundo mundo, vasto mundo,
se eu me chamasse Raimundo
seria uma rima, não seria uma solução.
Mundo mundo vasto mundo,
mais vasto é meu coração.

Eu não devia te dizer
mas essa lua
mas esse conhaque
botam a gente comovido como o diabo.

Manuel Bandeira

Teresa

A primeira vez que vi Teresa
Achei que ela tinha pernas estúpidas
Achei também que a cara parecia uma perna

Quando vi Teresa de novo
Achei que os olhos eram muito mais velhos que o
resto do corpo
Os olhos nasceram e fizeram dez anos esperando
que o resto do corpo nascesse

Da terceira vez não vi mais nada
Os céus se misturaram com a terra
E o espírito de Deus voltou a se mover sobre a
face das águas.

******************************************
Não acredita não, Teresa...
“Teresa, se algum sujeito bancar o sentimental em cima de você...
E te jurar uma paixão do tamanho de um bonde...
Se ele chorar, se ajoelhar ...Se ele se rasgar todo...
Não acredita Teresa... É lágrima de cinema. É tapeação. Mentira.
Cai fora”
- Manuel Bandeira

Manuel Bandeira

Arte de Amar

Se queres sentir a felicidade de amar, esquece a tua alma.
A alma é que estraga o amor.
Só em Deus ela pode encontrar satisfação.Não noutra alma.
Só em Deus — ou fora do mundo.
As almas são incomunicáveis.
Deixa o teu corpo entender-se com outro corpo.
Porque os corpos se entendem, mas as almas não.

Veja e biografia completa de Manuel Bandeira no site coladaweb

Carlos Drummond de Andrade

Mãos dadas

Não serei o poeta de um mundo caduco.
Também não cantarei o mundo futuro.
Estou preso à vida e olho meus companheiros.
Estão taciturnos mas nutrem grandes esperanças.
Entre eles, considero a enorme realidade.
O presente é tão grande, não nos afastemos.
Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas.

Não serei o cantor de uma mulher, de uma história,
não direi os suspiros ao anoitecer, a paisagem vista da janela,
não distribuirei entorpecentes ou cartas de suicida,
não fugirei para as ilhas nem serei raptado por serafins.

O tempo é a minha matéria, o tempo presente, os homens presentes,
a vida presente.

Florbela Espanca

"ALVORECER"
A noite empalidece.Alvorecer...
Ouve-se mais o gargalhar da fonte...
Sobre a cidade muda, o horizonte
É uma orquídea estranha a florescer.

Há andorinhas prontas a dizer
A missa de alva, mal o sol desponte.
Gritos de galos soam monte a monte
Numa intensa alegria de viver.

Passos ao longe...um vulto que se esvai...
Em cada sombra Colombina trai...
Anda o silêncio em volta a querer falar...

E o luar que desmaia, macerado,
Lembra, pálido, tonto, esfarrapado,
Um Pierrot, todo branco, a soluçar...

Homenino Poeta

Somos poucos
Somos muitos
Somos próximos
Somos distantes
Somos amigos
Somos amantes.
Somos vontades.Somos desejos.Somos a saudade
Daquele beijo.Somos amor.Somos solidão
Somos dor.Somos loucura.Somos paixão.
Somos tudo que podemos ser
Somos tudo que conseguimos sentir.
Somos a doce amargura
Do nosso existir
Dentro de nós mesmos
Quando os nossos segredos
Forem apenas
Parte da nossa imaginação.
Somos afinal
O bem e o mal
Que existe no nosso coração . . .

Cecília Meireles

CHEGAR E FICAR
Chegar,
Como brisa que atravessa a janela.
Soprando de leve,
As brumas do passado.
Chegar,
Como o barco.
Trazendo alegrias,
Após enfrentar as procelas sombrias.
Chegar,
Como a saudade.
Que bate,
De manso, no coração.
Chegar,
Como Chuva, fininha,
Mansinha, criadeira,
Necessária e tão querida.
Ficar,
Nas lembranças do passado,
Nas estampas do presente,
A retratar nosso ontem no hoje.
Ficar,
Para sempre.
Na imagem nunca esquecida,
Dos que nos são tão queridos.
A vida,
É chegar e ficar,
Para sempre.
Vida nunca será partida.

Carmen Cecília

Gostaria que você estivesse aqui

Ah! Como gostaria que você estivesse aqui...
Sem essa minha sombra que me segue...
E me persegue colado a mim como tatuagem...
E em cada dia dessa viagem

Ah! Como gostaria que você estivesse aqui...
Sendo minha meta... Metade...
sem meia verdade
Corpos em união...sentidos em ebulição.

Ah! Como gostaria que você estivesse aqui...
Olhos nos olhos... Bocas loucas e nós roucos
Numa eterna paixão sem os pés no chão

Ah! Como gostaria que você estivesse aqui...
Meu pensamento voa até ti... asas da imaginação
Numa delirante explosão...um verdadeiro apagão

Mãos dadas... Fadadas...
Sonhos alados... Encabulados...
Um mesmo caminhar
Destinos a se encontrar...
Ah! Por que você não está aqui?

Carmen Cecília

Elizabeth Neves

Meus cabelos por teu peito e, pelos mamilos espalhados,
minhas mãos em teu corpo.
Minha boca ávida a procura da tua
Deixando meus lábios vermelhos e molhados...
Meu corpo vai de encontro ao teu.
No suor exaustivo de nossos movimentos.
Teu cheiro meu cheiro se fundem,
Macho e Fêmea...loucura!
Fechar os meus olhos e sonhar!
Sentir o sangue a percorrer meu corpo
E se fazer latente em minhas veias,
fazendo meu coração pulsar mais forte!
Meu corpo transpira,respira,
Ofegante e cheio de desejos...
Minhas mãos te procuram anciosas.
Te agarram em uma loucura únuca e urgente.
São teus lábios,teus olhos,teus cabelos,teu
cheiro...
Meu sexo se enche de prazer na espera da tua realização.
És um Deus,um senhor doberano
Da minha razão, da minha lucidez!
E derrepente,entre sôfrega e suada,
Abro meus olhos, e caio na realidade,
De que tudo foi e não passou de um sonho
lembrança,
Em nome do nosso passado, tão presente ainda!!

por Elizabeth Neves

Mell Glitter

ESCANDALOSAMENTE FELIZ

Não interprete-me mal
por essa minha vontade de viver a vida intensamente!
Mas é que nasci com essa gula de ser feliz
e esse meu desatino, é felicidade somente!

Eu sei que as vezes exagero e
acabo metendo os pés pelas mãos com minhas bobeiras...
Mas é esse vício de amar demais
que me sabota e me faz perder as estribeiras!

É complicado, eu sei,
mas esse meu jeito de ser,tá tatuado em mim...
E ainda que me chamem de louca,
posso garantir que sou bem feliz assim!

Desculpe-me ,somente,
pelas doses excessivas de liberdade que ouso fartar-me...
Mas é que não aprendi a viver de mãos dadas com as regras
e muito mal me sentiria se tentarem acorrentar-me!

Mas não desculparei-me por ser quem sou!
Ando de cabeça erguida com toda essa minha transparência.
Escandolosamente orgulhosa por este meu atrevimento
ser a marca registrada da minha essência!
Beijos intensos em você...

Fernando Pessoa

Poema do amigo aprendiz

Quero ser o teu amigo. Nem demais e nem de menos.
Nem tão longe e nem tão perto.
Na medida mais precisa que eu puder.

Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida,
Da maneira mais discreta que eu souber.
Sem tirar-te a liberdade, sem jamais te sufocar.

Sem forçar tua vontade.
Sem falar, quando for hora de calar.
E sem calar, quando for hora de falar.
Nem ausente, nem presente por demais.

Simplesmente, calmamente, ser-te paz.
É bonito ser amigo, mas confesso é tão difícil aprender!
E por isso eu te suplico paciência.
Vou encher este teu rosto de lembranças,
Dá-me tempo, de acertar nossas distâncias...

Elisabeth Barret

AMO-TE

Amo-te quanto em largo, alto e profundo
Minh'alma alcança quando, transportada,
sente, alongando os olhos deste mundo,
os fins do ser, a graça entresonhada.

Amo-te a cada dia, hora e segundo
A luz do sol, na noite sossegada
e é tão pura a paixão de que me inundo
Quanto o pudor dos que não pedem nada.

Amo-te com a dor, das velhas penas
com sorrisos, com lágrimas de prece,
e a fé de minha infancia, ingenua e forte.

Amo-te até nas coisas mais pequenas,
por toda vida, e assim DEUS o quiser
Ainda mais te amarei depois da morte

Fernando Pessoa

Ser feliz é reconhecer que valea pena viver apesar de todos os
desafios, incompreensões e períodos de crise.
Alinhar ao centro
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor
da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de
encontrar um oásis no recôndito da sua alma.

É agradecer a Deus a cada manhã
pelo milagre da vida.

Ser feliz é não ter medo dos próprios
sentimentos.

É saber falar de si mesmo.

É ter coragem para ouvir um "não".

É ter segurança para receber uma
crítica, mesmo que injusta.

Pedras no caminho?

Guardo todas, um dia vou construir
um castelo…

Mario Quintana

Um dia


Um dia descobrimos que beijar uma pessoa para esquecer outra, é bobagem.
Você não só não esquece a outra pessoa como pensa muito mais nela…
Um dia nós percebemos que as mulheres tem extinto “caçador” e fazem qualquer homem sofrer…

Um dia descobrimos que se apaixonar é inevitável…
Um dia percebemos que as melhores provas de amor são as mais simples…
Um dia percebemos que o comum não nos atrai…

um dia saberemos que ser classificado como “bonzinho” não é bom…
Um dia percebemos que a pessoa que nunca te liga é a que mais pensa em você…
Um dia saberemos a importância da frase ” Tu se tornas eternamente responsável por aquilo que cativas…”

Um dia percebemos que somos muito importante para alguém mas não damos valor a isso…
Um dia percebemos como aquele amigo faz falta, mas ai já é tarde demais…
Enfim… um dia descobrimos que apesar de viver quase 1 século esse tempo todo não é suficiente para realizarmos todos que os nossos sonhos, para beijarmos todas as bocas que nos atraem, para dizer tudo o que tem que ser dito…


O jeito é: ou nos conformarmos com a falta de algumas coisas na nossa vida ou lutarmos para realizar todas as nossas loucuras…
Quem não compreender um olhar tampouco compreenderá uma longa explicação.

Guida Linhares

ÁGUAS DO AMOR
Voce faz todo o encanto,quando me olha deste jeito.

Seca todo o meu pranto!
És um mágico perfeito.

Teus cabelos em desalinho, soltos assim ao vento,
pedem tanto carinho, atiçam meu sentimento.

E nestas águas onde moro, serpenteiam as ondas do amor.
Senti um chamado sonoro,
teu olhar desabrochado em flor.
(Guida Linhares)

Seguidores

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

TOPO