Clarice Lispector

Até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso.
Nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro.
Clarice Lispector

Aprendendo com Martha Medeiros.


Por que as pessoas entram na sua vida?

Pessoas entram na sua vida por uma Razão, uma Estação ou uma Vida Inteira.
Quando você percebe qual deles é, você vai saber o que fazer por cada pessoa.

Quando alguém está em sua vida por uma "Razão"... é,
geralmente, para suprir uma necessidade que você demonstrou.
Elas vêm para auxiliá-lo numa dificuldade, te fornecer orientação e apoio, ajudá-lo física,
emocional ou espiritualmente. Elas poderão parecer como uma dádiva de Deus,
e são! Elas estão lá pela razão que você precisa que eles estejam lá.
Então, sem nenhuma atitude errada de sua parte, ou em uma hora inconveniente,
esta pessoa vai dizer ou fazer alguma coisa para levar essa relação a um fim.
Ás vezes, essas pessoas morrem. Ás vezes, eles simplesmente se vão.
Ás vezes, eles agem e te forçam a tomar uma posição.
O que devemos entender é que nossas necessidades foram atendidas,
nossos desejos preenchidos e o trabalho delas, feito.
As suas orações foram atendidas. E agora é tempo de ir.

Quando pessoas entram em nossas vidas por uma "Estação",
é porque chegou sua vez de dividir, crescer e aprender.
Elas trazem para você a experiência da paz, ou fazem você rir.
Elas poderão ensiná-lo algo que você nunca fez. Elas, geralmente,
te dão uma quantidade enorme de prazer... Acredite!
É real! Mas somente por uma "Estação".

Relacionamentos de uma Vida Inteira te ensinam lições para a vida inteira:
coisas que você deve construir para ter uma formação emocional sólida.
Sua tarefa é aceitar a lição, amar a pessoa, e colocar o que você aprendeu
em uso em todos os outros relacionamentos e áreas de sua vida."

Martha Medeiros

Daniel Costa


AMOR PROVOCADOR
Ao ritmo de trovador
Em jeito de safanão
Amor provocador
Será pleno de emoção,
Sem destemor,
Amor de previsão
Farol piscando de amor
Acontecia no meu, pós serão
Arribou o destemor
Na ocasião,
Resolução de caçador
Navegador tritão
Em forma de anjo sulcador,
A me instruir de orientação
A breve trecho, era eu glorificador
Voava veloz, em hodierno balão
Parecia buscador,
De fruição de mulher atracção
Muito voei, de pacificador,
Qual varão!
Até que parei num bosque acolhedor
Bonita mulher me olhava, como se eu fosse Adão
A bela, como se fora obra de Escultor,
Com seu traje mesclado de escuro, variação!
Explorava o contraste, como num toucador,
Como o saltitar de um pássaro tentilhão
Me sentia noutra galáxia, demarcador
O anjo me proporcionara a demarcação
Ao pensar na mulher com fervor
O sonho dera lugar a nova versão
Eis que o anjo redentor
Me entregava a mulher, que fora minha admiração
Que pacificador!
Ela me sorriu, fez subir a viração
Amor provocador,
Amor de Verão!
(autor-Daniel Costa)

recebi este poema de um amigo e achei tão  lindo que estou postando aqui como agradecimento

Seguidores

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

TOPO