Florbela Espanca

"ESQUECIMENTO"


Esse de quem eu era e que era meu,
Que foi um sonho e foi realidade,
Que me vestiu a alma de saudade,
Para sempre de mim desapareceu.

Tudo em redor então escureceu,
E foi longínqua toda a claridade!
Ceguei... tacteio sombras... que ansiedade!
Apalpo cinzas porque tudo ardeu!

Descem em mim poentes de Novembro...
A sombra dos meus olhos, a escurecer...
Veste de roxo e negro os crisântemos...

E desse que era meu já me não lembro...
Ah! a doce agonia de esquecer
A lembrar doidamente o que esquecemos!...

Batos Tigre

"SUBCONSCIÊNCIA"


Existe em nós um grande amor adormecido
Que sentimos vibrar dentro do nosso eu;
Será recordação de um afeto perdido
Que tivemos um dia e desapareceu?

Penso, às vezes, ouvir, num murmúrio dorido,
A voz de um velho amor, muito meu, todo meu,
Sem me lembrar, sequer, que ele tenha existido,
Mas saudoso de um bem que ele jamais me deu.

Terá vivido em mim numa pregressa vida,
E é, hoje, qual o aroma, a essência de uma flor,
Como num vaso, na minha alma recolhida?

Sei apenas que o sinto e não tem o travor,
O ciumento azedume, a fereza homicida
Do capricho brutal que chamamos amor.

Fedrerico garcia Lorca

"Se minhas mãos pudessem despetalar"

Pronuncio teu nome
nas noites bem escuras
quando chegam os astros
para beber na lua
e dormem as ramagens
das árvores ocultas.
Sinto-me esvaziado
de paixão e de música.
Louco relógio canto
mortas horas antigas.

Pronuncio teu nome,
nesta noite sombria,
e teu nome me soa
mais longe do que nunca.
Mais distante que todas as estrelas
e mais dolente do que a mansa chuva.

Como então te amarei
alguma vez? Que culpa
tem o meu coração?
Se a névoa se esfuma,
que, outra paixão me espera?
Será tranqüila e pura?
Se meus dedos pudessem
despetalar a lua!!


Valquíria Cordeiro

Parte de mim
Acho-me estranha
Gosto da solidão
Guardo segredos do coração
Gosto do silêncio
Da noite
Das canções mais tristes
Das chuvas mais fortes
Temo a morte!
Sou fascinada pelas flores
Resistente a dores
Porém frágil aos amores
Tenho medos que desconheço
E outros que até mereço
Sou avessa ao espelho
Não uso vermelho
Gosto das comidas picantes
Prefiro as bebidas quentes
Temos as alturas
As pessoas
Amo a bravura do mar
Tenho olhos tristes
A razão dentro de mim
Fui buscar
Não encontrei
Você não estava mais lá.


Mário Quintana

Chorar é lindo

Chorar é lindo, pois cada lágrima na face
são palavras ditas de um sentimento calado.

Pessoas que mais amamos, são as que mais magoamos
porque queremos que sejam perfeitas,
e esquecemos que são apenas seres humanos.

Nunca diga que esqueceu alguma pessoa, ou um amor.
Diga apenas que consegue falar neles sem chorar,
porque qualquer amor por mais simples que seja,
será sempre inesquecível...

As lágrimas não doem...
O que dói são os motivos que as fazem caírem!
Não deixe de acreditar no amor,
mas certifique-se de estar entregando seu coração
para alguém que dê valor

aos mesmos sentimentos que você dá,
manifeste suas ideias e planos,
para saber se vocês combinam,
e certifique-se de que quando estão juntos
aquele abraço vale mais que qualquer palavra...


Emanoella Lebsttos

Encontro


Há meu sol ...
Se alegre ....
pois esta ausencia ..
esta distancia ..
que nos separa ...
que pareces mais uma eternidade...
Terás fim...
Eu lhe digo ....
Estou chegando...
Me aguarde com teu afeto....
com teu carinho....
com teu amor ....
Sinta minha presença...
Estou chegando...
Estou chegando....
E cá ficarei em teus braços...
e todo este tempo....
Longe de ti....
Minha essencia séras sua...
E nesta união de essencias...
Faremos o tempo parar....
Sim mais uma vez....
Sol e Lua .....unidos
Como um conto de fadas
E este lindo amor ...
serás escrito pelas estrelas
e levado pelos quatro ventos
anunciado por anjos ...falando da
linda união que se fez...
Então lhe digo ....
Meu sol espere-me ....tua lua ...
estás chegando...

Clarice Lispector

Um brinde à vida
E a cada sonho que surge todos os instantes
Vamos celebrar a vida em sua plenitude

E vivê-la sem medo
Bebendo suas dádivas
E sorrir sem remorso por ter tentado ser feliz
Vamos entoar um hino em homenagem à luz

E absorver seu brilho
Vamos fazer das lágrimas que rolam em nossos rostos
Pedras preciosas que brilham e iluminam nossos olhos
Vamos fazer de cada espinho

A esperança de encontrar uma rosa
E de cada dor
A possibilidade de um sorriso
Vamos encarar a vida

Como um presente que deve ser desfrutado
Vamos usufruir da nossa felicidade
Que ela é de graça e só a nós pertence
E não vamos deixar que nos cobrem por ela
Vamos sorrir sem medo de mostrar ao mundo

Que somos felizes
Porque não há pecado algum
Em saber aproveitar os presentes
que Deus nos dá todos os dias
Vamos simplesmente viver.


Mário Quintana

Os degraus

"Não desças os degraus do sonho Para não despertar os monstros.

Não subas aos sótãos - onde Os deuses, por trás das suas máscaras,
Ocultam o próprio enigma.

Não desças, não subas, fica.

O mistério
está é na tua vida!
E é um sonho louco este nosso mundo..."

Seguidores

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

TOPO