Sá de Freitas

NÉCTAR DA ESSÊNCIA

Morrer de amor por quê, se o amor é vida?

Sofrer no amor por quê, se o amor é paz ?

Chorar o amor por quê, se o amor é a ida
De toda a dor que a solidão nos traz?

O amor é o existir da existência,
É motivo que move quem respira,
É o néctar mais puro da essência,
Do tudo que no tudo se transpira.

No amor não pode haver nenhum tormento,
Nem algo que nos faça o sentimento,
Vagar incerto qual um seixo ao céu.

O amor nos faz liberto como o vento;
Nos põe o céu dentro do pensamento;
Nos leva, em pensamento, para o céu.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

obrigado por visitar o blog

Seguidores

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

TOPO